Oração Creator ineffabilis

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Sab Jul 27, 2013 4:41 pm

Pondo em prática o conselho que o senhor nos deu na aula IX de fazer traduções de trechos de obras ou de obras que nos agradam, segue abaixo o original da prece “Creator ineffabilis” de Santo Tomás de Aquino, que dedico ao senhor e a todos os colegas, por ser uma fonte inspiradora dos estudos, prece esta que sempre faço antes de ler algo ou antes do trabalho.
Em seguida vai a tentativa de tradução que empreendi.
Abraço,
Elpídio
 
Creator ineffabilis
 
Creator ineffabilis, qui de thesauris sapientiae tuae tres Angelorum hierarchias designasti, et eas super caelum Empyreum miro ordine collocasti, atque universi partes elegantissime disposuisti, tu, inquam, qui verus es fons luminis et sapientiae diceris, atque supereminens principium: infundere digneris super intellectus mei tenebras tuae radium charitatis, duplices, in quibus natus sum, a me removens tenebras, peccatum, scilicet, et ignorantiam. Tu, qui linguas infantium facis disertas, linguam meam erudias, atque in labiis meis gratiam tuae benedictionis infundas. Da mihi intelligendi acumen, retinendi capacitatem, addiscendi modum et facilitatem, interpretandi sublimitatem, loquendi gratiam copiosam; ingressum instruas, progressum dirigas, egressum compleas. Tu qui es verus Deus et homo. Qui vivis in saecula saeculorum.
 
 
Criador inefável, que dos tesouros de tua sabedoria designaste as três hierarquias do Anjos, e as colocaste por cima do céu empíreo numa ordem admirável, e o que é mais, dispuseste elegantissimamente as partes do universo, tu, digo, que és verdadeiro e chamado fonte da luz e da sabedoria, e o que é mais, princípio supereminente: que te dignes de infundir sobre as trevas de meu intelecto o raio de tua caridade, removendo as duas trevas em que nasci, ou seja, o pecado e a ignorância. Tu, que fazes disertas as línguas dos infantes, que me desbastes a língua, e o que é mais, que me infundas nos lábios a graça de tua bênção. Dá-me a agudeza de compreender, a capacidade de reter, o modo e a facilidade de acrescentar, a sublimidade de interpretar, a graça copiosa de falar; que me instruas na entrada, dirijas no progresso e completes na saída. Tu que és o verdadeiro Deus e homem. Que vives nos séculos dos séculos. 
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 327
Idade : 51
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por brunosger em Sab Jul 27, 2013 7:19 pm

bela iniciativa!

por esse trecho e outros, como o da vulgata, fico com a impressão de que o uso do latim na idade média se aproximava mais da nossa realidade sintática, em comparação com o virtuosismo dos autores antigos, que abusavam de inversões, ordens intrincadas e floreios.
avatar
brunosger

Número de Mensagens : 18
Idade : 26
Data de inscrição : 04/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Fabiano Rollim em Sab Jul 27, 2013 7:22 pm

Elpídio, obrigado por compartilhar esta maravilhosa oração.

A tradução está belíssima.

Abraços.
avatar
Fabiano Rollim

Número de Mensagens : 91
Idade : 47
Nacionalidade : Brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Dom Jul 28, 2013 1:11 am

Caros Bruno e Fabiano, 

Obrigado pelas palavras gentis. Bruno, também tive esta impressão ao ler pela primeira vez Santo Tomás de Aquino: expressa o máximo com o mínimo. Um latim bastante simples, a expressar conceitos profundíssimos. De qualquer modo, creio que seja necessário iniciarmos pelos clássicos latinos, a fim de termos, como os medievais a opção pela escrita mais simples, e não a condenação a essa escrita. 
Abraços,
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 327
Idade : 51
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por fabio jose braz da silva em Sab Ago 03, 2013 11:11 am

Elpidio,

Muito bonito o texto. Parece até um Salmo.
Parabéns pela tradução.

Abraço,
avatar
fabio jose braz da silva

Número de Mensagens : 34
Idade : 39
Data de inscrição : 09/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por fabio jose braz da silva em Sab Ago 03, 2013 11:56 am

fabio jose braz da silva escreveu:Elpídio,
Qual é a fonte do texto? Qual o livro?
avatar
fabio jose braz da silva

Número de Mensagens : 34
Idade : 39
Data de inscrição : 09/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Rafael Falcón em Sab Ago 03, 2013 8:41 pm

Gosto muito desta oração, e não a acho gramaticalmente simples. Ocorre que vocês, malandros, conhecem bem o contexto e adivinham o sentido das frases com mais facilidade. Há também o fato de que textos abstratos tendem a ter um vocabulário cognato e facilmente traduzível. Nunca achei o latim de S. Tomás tão simplório, gramaticalmente, quanto dizem os "entendidos".
avatar
Rafael Falcón
Admin

Número de Mensagens : 412
Data de inscrição : 18/01/2009

http://www.rafaelfalcon.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Rafael Falcón em Dom Ago 04, 2013 12:46 pm

Para aqueles que assistiram a aula XI, recomendo observar que nessa oração utilizam-se, por exemplo, gerúndios.
avatar
Rafael Falcón
Admin

Número de Mensagens : 412
Data de inscrição : 18/01/2009

http://www.rafaelfalcon.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Dom Ago 04, 2013 2:54 pm

fabio jose braz da silva escreveu:
fabio jose braz da silva escreveu:Elpídio,
Qual é a fonte do texto? Qual o livro?

 Caro Fábio,


Aqui vai a fonte

http://www.preces-latinae.org/thesaurus/Varia/CreatorIneff.html 

Abraço.
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 327
Idade : 51
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Dom Ago 04, 2013 3:02 pm

Rafael Falcón escreveu:Gosto muito desta oração, e não a acho gramaticalmente simples. Ocorre que vocês, malandros, conhecem bem o contexto e adivinham o sentido das frases com mais facilidade. Há também o fato de que textos abstratos tendem a ter um vocabulário cognato e facilmente traduzível. Nunca achei o latim de S. Tomás tão simplório, gramaticalmente, quanto dizem os "entendidos".

 Caro Professor Rafael,

Bom saber que o senhor também gosta muito dessa oração. Tenho-a espalhada por vários lugares de minha casa e do escritório: pregada na base do monitor, nas cabeceiras de camas onde leio, no monitor do escritório, em prateleiras atrás de minha cadeira etc. 

Sim, não é tão gramaticalmente simples, mas lembro-me que minha experiência em ler no original as Confissões de Santo Agostinho foi atemorizante: sempre me ficou a impressão de que o latim de Santo Tomás é infinitamente mais simples, muito embora não o seja a matéria de que está tratando.

No caso presente, fiz a tradução seguindo o método que o senhor nos apresentou nas aulas, e, creio, obtive um relativo sucesso.

Abraço
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 327
Idade : 51
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Dom Ago 04, 2013 3:33 pm

Segue anexo o Hino Pange língua, de Santo Tomás de Aquino, com minha tentativa de tradução


 

 
Pange lingua

 

Pange, lingua, gloriosi Corporis mysterium, Sanguinisque pretiosi, quem in mundi pretium fructus ventris generosi Rex effudit Gentium.

Nobis datus, nobis natus ex intacta Virgine, et in mundo conversatus, sparso verbi semine, sui moras incolatus miro clausit ordine.

In supremae nocte coenae recumbens cum fratribus observata lege plene cibis in legalibus, cibum turbae duodenae se dat suis manibus.

Verbum caro, panem verum verbo carnem efficit: fitque sanguis Christi merum, et si sensus deficit, ad firmandum cor sincerum sola fides sufficit.

Tantum ergo Sacramentum veneremur cernui: et antiquum documentum novo cedat ritui: praestet fides supplementum sensuum defectui.

Genitori, Genitoque laus et jubilatio, salus, honor, virtus quoque sit et benedictio: Procedenti ab utroque compar sit laudatio. Amen


Escreve, língua.



Escreve, língua, o mistério do corpo glorioso,

E do sangue precioso, que, em resgate do mundo

O Rei das Gentes derramou do fruto do ventre generoso.


Dado a nós, nascido para nós da Virgem casta, e

Habitado no mundo, semente espalhada do verbo,

O seu começo fechou de maneira admirável as demoras.


Na noite da ceia suprema, reclinando-se com os

Irmãos, observada plenamente a lei quanto aos alimentos permitidos,

Dá-se com suas mãos como alimento à multidão dos doze.


A carne faz o verbo, faz o pão verdadeiro, faz a carne, pelo verbo, pão verdadeiro; e o sangue de Cristo se faz vinho puro, e se a inteligência se eclipsar,

somente a fé será suficiente para fortalecer o coração sincero.



Portanto, a tamanho Sacramento veneremos inclinados:

E que o documento antigo ceda ao novo rito: que a fé

Preste ajuda ao que falta aos sentidos.


Ao Pai, e ao Filho haja louvor e júbilo, salvação,

Honra, força e também bênção: seja igual

O louvor ao que procede de ambos. Amém.



 


 


 
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 327
Idade : 51
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Rafael Falcón em Dom Ago 04, 2013 3:39 pm

Caro Elpídio,

Sem dúvida Sto. Agostinho é mais complexo, estilisticamente, do que S. Tomás. Só quis dizer que algumas vezes o Doutor Angélico é tratado como uma espécie de analfabeto, quando acho o latim dele até bem elegante, embora conciso.

Suas traduções, numa olhada rápida, parecem-me estar muito corretas. Esse exercício é excelente e lhe renderá muito no curso. Um abração.
avatar
Rafael Falcón
Admin

Número de Mensagens : 412
Data de inscrição : 18/01/2009

http://www.rafaelfalcon.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Dom Ago 04, 2013 3:44 pm

Caro Professor Rafael,

Obrigado pela resposta e pelo incentivo. Santo Tomás foi o primeiro contato que tive com o latim, ao ler nos Sermões de Vieira citações do Doutor Angélico, com a respectiva tradução. Também a mim pareceu-me muito elegante e encantador o latim de Santo Tomás e fiquei tão empolgado - isso lá nos idos anos de 1983, que resolvi estudar latim, primeiro por conta própria, e, em seguida, de 1984 a 1989 sob a orientação de um monge beneditino aqui de São Paulo, o saudoso Dom Bernardo, que me iniciou no latim com os dois livretinhos de Paulo Rónai, Gradus Primus e Gradus Secundus e a quem me considero eterno devedor. 

Abraço
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 327
Idade : 51
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Oração Creator ineffabilis

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum