Trecho das Meditações Metafísicas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Trecho das Meditações Metafísicas

Mensagem por brunosger em Seg Ago 05, 2013 5:00 pm

Seguindo a linha dos demais colegas, empreendi esta tentativa de traduzir o trecho inicial das meditações cartesianas, já auxiliado pelo que foi explicado na última aula acerca dos gerúndios e gerundivos. Enumerei as principais ''encrencas'' que encontrei para ajudar os colegas:


MEDITATIONUM DE PRIMA PHILOSOPHIA
 
In quibus dei existentia & animae a corpore distinctio demonstrantur
 
Prima: de iis quae in dubium revocari possunt
 
Animadverti jam ante aliquot annos quam multa, ineuente aetate, falsa pro veris admiserim, & quam dubia sint quaecunque istis postea superextruxi, ac proinde funditus omnia semel in vita esse evertenda, atque a primis fundamentis denuo inchoandum, si quid aliquando firmum & mansurum cupiam in scientiis stabilire;
 
 
Das meditações concernentes à filosofia primeira
Nas quais a existência de Deus e a distinção entre alma e corpo são demonstradas
Primeira: das coisas que se podem colocar em dúvida
 
Percebi já há alguns anos quão grande quantidade de coisas, desdes os mais remotos tempos, admiti como verdadeiras sendo elas falsas, e quão duvidosos poderiam ser quaisquer outros juízos que eu tivesse erguido sobre aqueles, e por isso deve ser derrubado inteiramente e de uma só vez tudo aquilo que na vida (acumulei), e devo empreender tudo novamente, se algum dia desejarei (?) estabelecer algo de firme e permanente nas ciências;
 
 

animadverti = pret. animadverto, is, ere
ante = reg. acusativo 
ineuente aetate = ''desde os mais verdes anos'' (essa veio de presente no dicionário no verbete a respeito do verbo ineo, is, ire, ii, itum)
superextruxi = perfectum de exstruo + a preposição ''super'', indicando, creio, algo ''edificado sobre''
proinde = em consequência, por isto
semel = de uma só vez
funditus = função adverbial, ''desde os alicerces''
evertenda = GERUNDIVO de everto, is, ere ''devem ser revirados''
inchoandum = gerúndio de inchoo, as, are
aliquando = algum dia
cupiam = não tenho certeza, mas deve ser uma forma de cupio, is, ere (?)
avatar
brunosger

Número de Mensagens : 18
Idade : 26
Data de inscrição : 04/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trecho das Meditações Metafísicas

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Seg Ago 05, 2013 6:39 pm

Caro Bruno,

Parabéns pela tradução. Ali no final onde colocas uma interrogação, creio que a tradução de [b style="margin: 0px; padding: 0px; color: rgb(0, 0, 0); font-family: Verdana, sans-serif; font-size: 14px; line-height: 20.015625px; background-color: rgb(234, 234, 234);"]si quid aliquando firmum & mansurum cupiam in scientiis stabilire [/b]seria se algum dia (eu ) desejar estabelecer algo de firme e permanente nas ciências;


Salvo engano meu, observei que o futuro do subjuntivo, embora existente nas demais línguas, não tem uma forma própria como em português. Assim, em inglês, francês, alemão, romeno, latim e grego, muito embora exista o tempo, não existe a forma, e emprega-se ou a forma do presente do indicativo, ou do próprio futuro do presente do indicativo para indicar o futuro do subjuntivo.
Parece-me, pois, que o português, neste aspecto, é mais rico do que as línguas acima citadas.


Abraço
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 325
Idade : 50
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trecho das Meditações Metafísicas

Mensagem por brunosger em Seg Ago 05, 2013 7:35 pm

Opa, acabei cometendo um estrangeirismo à francesa por descuido, em vez de usar nosso subjuntivo futuro. Obrigado!

Ademais, não consegui identificar com precisão o tempo de "admiserim". Não deveria ser "admisi"? Ou se trata de um derivado do perfectum? Se alguém deslindar a questão...
avatar
brunosger

Número de Mensagens : 18
Idade : 26
Data de inscrição : 04/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trecho das Meditações Metafísicas

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Seg Ago 05, 2013 10:06 pm

Caro Bruno,

Vai lá a tentativa: admiserim é a primeira pessoa do singular do perfeito do subjuntivo (tenha admitido, tradução literal, mas que, em português, deve ser traduzido pelo indicativo, pois, salvo engano, sempre que há uma subordinada integrante em latim, o verbo da segunda deve, em latim, ir para o subjuntivo)  de admitto, is, ere, misi, missum, 

Abraço
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 325
Idade : 50
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trecho das Meditações Metafísicas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum