Gai Valeri Catulli Liber I, 23

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Gai Valeri Catulli Liber I, 23

Mensagem por Elpídio Mário D Fonseca em Qui Maio 11, 2017 4:54 pm

XXIII. ad Furium
Furi cui neque servus est neque arca
nec cimex neque araneus neque ignis,
verum est et pater et noverca, quorum
dentes vel silicem comesse possunt,
est pulcre tibi cum tuo parente
et cum coniuge lignea parentis.
nec mirum: bene nam valetis omnes,
pulcre concoquitis, nihil timetis,
non incendia, non graves rvinas,
non facta impia, non dolos veneni,
non casus alios periculorum.
atque corpora sicciora cornu
aut siquid magis aridum est habetis
sole et frigore et esuritione.
quare non tibi sit bene ac beate?
a te sudor abest, abest saliva,
mucusque et mala pituita nasi.
hanc ad munditiem adde mundiorem,
quod culus tibi purior salillo est,
nec toto decies cacas in anno;
atque id durius est faba et lapillis.
quod tu si manibus teras fricesque,
non umquam digitum inquinare posses
haec tu commoda tam beata, Furi,
noli spernere nec putare parvi,
et sestertia quae soles precari
centum desine: nam sat es beatus.

 
Arca,ae, s.f. Cofre.
Neque, conj. E não.
Cimex, icis, s.m. Percevejo.  
Araneus, a, um, adj. De aranha.
Noverca, ae, s.f. Madrasta.
Sílex, ici, s m. e f. Pedra, seixo.
Pulcre, adv. Bem, excelentemente.
 
 
 
 
Furi cui neque servus est neque arca
nec cimex neque araneus neque ignis,
verum est et pater et noverca, quorum
dentes vel silicem comesse possunt,
est pulcre tibi cum tuo parente
et cum coniuge lignea parentis.

 
Fúrio, a quem nem servo nem arca    [que não tem]
nem percevejo nem aranha nem fogo existem,
é verdade que o pai e a madrasta, cujos dentes
poderiam comer até um seixo,
comporta-se bem contigo, com teus pais
e com o cônjuge pela linha de parentesco.
 
 
nec mirum: bene nam valetis omnes,
pulcre concoquitis, nihil timetis,
non incendia, non graves rvinas,
non facta impia, non dolos veneni,
non casus alios periculorum.
atque corpora sicciora cornu
aut siquid magis aridum est habetis
sole et frigore et esuritione.

 
nem é de admirar: pois excedeis bem a todos,
cozinhais bem, nada temeis,
nem os incêndios, nem as ruínas graves,
nem os atos ímpios, nem os dolos do veneno,
nem os outros casos de perigos.
e tendes os corpos mais secos do que o chifre
ou algo ainda mais árido é
no sol e no frio e na fome.
 
 
Mirus, a, um, adj. Digno de admiração, admirável, estranho.
Valeo, es, ere, valui, vallirum, prevalecer, exceder.
Concoquo, is, ere, concoxi, concoctum, cozinhar juntamente. Digerir.
Siccus, a, um, adj. Seco, sem umidade.
 
 
quare non tibi sit bene ac beate?
a te sudor abest, abest saliva,
mucusque et mala pituita nasi.
hanc ad munditiem adde mundiorem,
quod culus tibi purior salillo est,
nec toto decies cacas in anno;
atque id durius est faba et lapillis.


Pituita, ae, s.f. Defluxo.
Salillus, i, saleiro pequeno.
Favba, ae, fava.
 
por que não está bem e desejável para ti?
falta-te suor, falta-te saliva,
e o muco e o mau defluxo do nariz.
a esta limpeza acrescenta algo mais limpo,
porque teu cu é mais puro do que um saleirinho,
pois em todo o ano não cagas dez vezes;
e o cocô é mais duro do que fava e pedras.
 
 
quod tu si manibus teras fricesque,
non umquam digitum inquinare posses
haec tu commoda tam beata, Furi,
noli spernere nec putare parvi,
et sestertia quae soles precari
centum desine: nam sat es beatus.

Tero, is, ere, trivi, tritum, esfregar, polir. Debulhar, triturar.
Frico, as, are, fricui, fricatum, friccionar.
Inquino, as, are, avi, atum, sujar.
Commodum, i, sub n. Comodidade, proveito.
Spernor, , aris, arei, v. dep. Desprezar.
Precor, aris, ari, atus sum, pedir, suplicar.
Desino, is, ere, desii, desitum, abandonar, cessar. Terminar. Deixar de.  
Sat, = satis, bastante, muito.
Beatus, a, um, adj. Feliz.
 
ao qual, se triturares e friccionares com as mãos,
não podes sujar nenhum dedo
nestas comodidades tão felizes, Fúrio,
não queiras desprezar nem fazer pouco,
e cessa de pedir os cem sestércios
que costumas pedir: pois és muito feliz.
 



XXIII. A Fúrio
 
Fúrio, a quem nem servo nem arca    [que não tem]
nem percevejo nem aranha nem fogo existem,
é verdade que o pai e a madrasta, cujos dentes
poderiam comer até um seixo,
comporta-se bem contigo, com teus pais
e com o cônjuge pela linha de parentesco.
nem é de admirar: pois excedeis bem a todos,
cozinhais bem, nada temeis,
nem os incêndios, nem as ruínas graves,
nem os atos ímpios, nem os dolos do veneno,
nem os outros casos de perigos.
e tendes os corpos mais secos do que o chifre
ou algo ainda mais árido é
no sol e no frio e na fome.
por que não está bem e desejável para ti?
falta-te suor, falta-te saliva,
e o muco e o mau defluxo do nariz.
a esta limpeza acrescenta algo mais limpo,
porque teu cu é mais puro do que um saleirinho,
pois em todo o ano não cagas dez vezes;
e o cocô é mais duro do que fava e pedras.
ao qual, se triturares e friccionares com as mãos,
não podes sujar nenhum dedo
nestas comodidades tão felizes, Fúrio,
não queiras desprezar nem fazer pouco,
e cessa de pedir os cem sestércios
que costumas pedir: pois és muito feliz.
avatar
Elpídio Mário D Fonseca

Número de Mensagens : 331
Idade : 51
Nacionalidade : brasileiro
Data de inscrição : 20/05/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum